Seychelles: a capital do romance no Oceano Índico

Nos últimos três meses, 570 casamentos foram celebrados no arquipélago e quase 4.000 casais desembarcaram em busca de experiências românticas

Casamento em Seychelles – crédito: Torsten Dickmann (STB)

Cerca de 5.000 turistas escolheram Seychelles, no meio do Oceano Índico, para casar ou comemorar a lua de mel em 2021. Nos últimos três meses, quase 4.000 casais desembarcaram nas ilhas Seychelles em busca de experiências românticas e 570 casamentos foram celebrados em território seychellois.

Marcado por praias de areia branca, mar azul-turquesa e por uma diversificada fauna e flora, Seychelles se transformou no refúgio perfeito para o romance. Em média, esses visitantes ficaram 11 dias no país. Os hotéis das ilhas Seychelles oferecem serviços especiais aos casais como tratamento em spas, passeio de barco ao pôr do sol, piquenique em praias paradisíacas ou ainda voo panorâmico de helicóptero.

Para garantir que a experiência de férias em Seychelles seja segura e responsável, todos os turistas passam por um processo rigoroso de verificação ao chegar. Eles devem apresentar os comprovantes de testes PCR negativos para a Covid-19 ou os certificados de vacinação.

Com restrições de entrada em muitos mercados tradicionais da Europa, visitantes de diferentes países escolheram Seychelles como destino para suas férias. Na primeira metade de 2021, o arquipélago registrou a chegada de turistas provenientes de Israel, Emirados Árabes, Alemanha, Ucrânia e Rússia. E nesse mês de julho Seychelles alcançou outro marco importante: 50 mil visitantes internacionais. Esse foi o total de viajantes que o destino registrou desde a reabertura para o turismo internacional em março deste ano.

Os turistas que desejam entrar em Seychelles devem solicitar uma autorização de viagem digital pelo site https://seychelles.govtas.com e receber a aprovação de entrada antes do embarque para o destino. O processo de triagem dos passageiros em Seychelles inclui a verificação dos dados do turista, comprovante de acomodação e de cobertura de seguro saúde de viagem e o resultado do teste PCR negativo para Covid-19. Os testes PCR devem ser realizados até 72 horas antes da partida do voo.

No caso de visitantes com origem do Brasil, além das regras mencionadas, é preciso realizar uma quarentena de, pelo menos, 14 dias em um dos países com entrada permitida em Seychelles e comprovar a estadia neste outro país durante todo o período para assim ingressar no arquipélago.

Sherin Francis, Secretária Principal para o Turismo de Seychelles, acredita em dias melhores para a indústria turística do país. “A tendência atual de reservas reflete as previsões que fizemos no início do ano. Os registros mostram que Seychelles pode receber mais de 149 mil visitantes até dezembro de 2021, o que seria uma notícia muito boa. À medida que a vacinação avança em vários países, a confiança do consumidor aumenta e isso influenciará positivamente nos nossos números de chegadas para o resto do ano”, destaca Sherin Francis.

Mais conteúdo GVA para você!

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Conheça nossas plataformas de conteúdo

Certificações online!

Plataforma colaborativa!

Ações digitais!

Oscar do BEM!

pt Português
X